Zuckerberg, Dapp e caso Mt.Gox

The Kraft: Edição 16 - 10 de janeiro 2020

Top histórias

  1. Mark Zuckerberg revela visão para 2030 no Facebook

  2. Três Blockchains controlam a economia Dapp

  3. Caso Mt. Gox pode estar chegando ao fim


Citação do dia

“A desobediência é o verdadeiro pilar da liberdade. Os obedientes serão escravos” 

- Henry David Thoureau


Mark Zuckerberg revela visão para 2030 no Facebook

A cada fim de década, o CEO do Faecbook Inc propõe novas metas a serem alcançadas nos próximos 10 anos. E essas metas e desejos foram revelados na sua rede social, uma visão para 2030 que tio Mark.

Além dos planos para FB e as outras empresas do grupo, ele falou muito sobre serviços financeiros e o comércio digital para sua plataforma. A surpresa no post foi que ele não tocou no assunto Libra porém apontou oportunidades de descentralização de negócios e finanças dentro do FB, Insta e Whatsapp.

"Na próxima década, esperamos construir as ferramentas de comércio e pagamentos para que todas as pequenas empresas tenham acesso fácil à mesma tecnologia que anteriormente apenas as grandes empresas possuíam", disse Zuckerberg no post.

Mesmo que o big boss não presida a Libra e, a própria empresa apenas faz parte de um consórcio no desenvolvimento da stable coin, fica claro em seu discurso que Mark não quis se comprometer e nem atrapalhar o desenvolvimento da moeda digital.


Três Blockchains controlam a economia Dapp

Para quem não conhece o termo, o Dapp é o acrônimo para Aplicativos Descentralizados e esse mercado vem crescendo muito nos últimos anos, tanto que chegou a marca de 23 bi no ano de 2019.

Em relatório recente, publicado pela Dapp.Review, apresentou alguns dados interessantes, entre eles o mais significativo de que apenas três blockchains, Ethereum, Tron e EOS, dominam 98% deste mercado. 

A surpresa do relatório ficou por conta de que a Tron que ultrapassou o EOS no quesito uso recreativo. Outros pontos a salientar são a consolidação dos blocos de correntes de Vitalik no mercado financeiro através do DeFi, cada vez mais desenvolvedores estão utilizando sua rede para apresentar novos soluções ao mercado. Tron, definitivamente entrou no universo de jogos de azar, visto que dos 2000 Dapps lançados no ano passado 80% foram nesse nicho utilizando Tron. Aliás, já estão chamando a rede de Las Vegas do Blockchain. E a “derrapada” da EOS se deve ao fato de ter fica no meio campo entre estes dois mercados caindo em “desuso” entre os desenvolvedores e usuários como mostra figura abaixo.


Caso Mt. Gox pode estar chegando ao fim

Se você é um usuário novo de cripto moedas talvez ainda não tenha se deparado com o famoso caso de roubo de bitcoins 850.000 bitcoins.

Na época a Mt.Gox era a maior corretora de BTC no mundo e acabou sendo hackeada por descuido de seu fundador que deixava os ativos em uma hot wallet.

Pois agora, o ex-CEO da extinta corretora, Mark Karpeles, está tentando pôr um fim aos litígios apresentados por um ex-clientes em 2014. Em uma moção apresentada em 7 de janeiro no tribunal federal de Chicago, Karpeles pediu que o tribunal decida a seu favor de uma ação coletiva movida por Gregory Greene.

Após algumas alterações feitas por Greene a queixa atual está baseadas em três acusações: conversão, negligência e fraude do consumidor. 

Vamos aguardar as cenas dos pŕóximos capítulos de mais uma novela mexicana do mundo cripto.


Outras histórias:

  1. Grupo Bitcoin Banco anuncia que vai voltar a funcionar

  2. Pesquisador da Ethereum Foundation, Virgil Griffith, é indiciado formalmente por ter participado de conferência sobre blockchain e criptomoeda na Coréia do Norte

  3. Bitcoin como narrativa de porto seguro é testado novamente após ataque dos EUA no Irã